Policial militar é sepultado no Cemitério de Barra Mansa
13 de novembro de 2017
Volta Redonda prepara criação da Central de Distribuição
13 de novembro de 2017

Niterói: o charme de um bairro antigo e seguro em Volta Redonda

????????????????????????????????????

Moradores têm vida tranquila e comércio cresce à sombra da segurança pública

“A vida no bairro é bem tranquila. Eu conheço praticamente todo mundo porque muita gente eu vi nascer e crescer. É como se fosse uma grande família”, afirmou Antonio Rodrigues, de 69 anos, dono de um bar no bairro Niterói há 43 anos. Entre as coisas boas que os moradores destacam no bairro, que surgiu em 1938, é o baixo índice de criminalidade. Além de ter um Batalhão da Polícia Militar bem próximo, a Guarda Municipal realiza rondas constantes.

Segundo a presidente da Associação de Moradores do bairro, Cláudia Freitas, o bairro é o mais antigo de Volta Redonda, tem pouco mais de 800 residências e cerca de 3,5 mil moradores. A rua mais arborizada do bairro fica no entorno da Praça São Paulo, a Rua São Vicente de Paula, com cerca de 20 árvores da espécie Magnólia, com flores brancas e amarelas, que foram plantadas pela líder comunitária e outros moradores. “Eu fui uma das pessoas que fez o plantio dessas magnólias que embelezam o bairro”, comemora.

Por conta da quantidade de árvores, o bairro foi um dos primeiros que recebeu a limpeza de bueiros, promovida pela secretaria municipal de Infraestrutura. “O intuito é realizar uma ação preventiva no bairro, já nos preocupando com a proximidade do período chuvoso”, comentou o secretário da pasta, Toninho Oreste.

Os moradores elogiam a qualidade de vida. “Eu tinha uma loja de vendas de carros no Aterrado e mudei para cá, onde triplicamos o nosso espaço. Já são 30 anos de conhecimento do bairro. Estou satisfeito com o resultado que conquistamos num espaço bem maior. É um bairro muito bom”, disse Cláudio Lopes, de 51 anos.

O morador e músico saxofonista Carlos Henrique, de 58 anos, contou que morar no pacato bairro traz inspiração: “Aqui todo mundo se conhece e convivemos há muito tempo juntos, reunindo pais, filhos e novos amigos. Posso dizer que o bairro é uma grande família”, compara, lembrando, inclusive, que há 25 anos, a comunidade se reúne no período das festas natalinas, para enfeitar a Rua Vicente de Paula. “Este ano não conseguimos os já costumeiros patrocínios, mas mesmo assim cada um vai enfeitar a sua casa e teremos o tradicional Presépio do Dadinho”, contou a presidente da associação.

Natural de Minas Gerais, da cidade de Santa Rita de Jacutinga, o sapateiro José Américo Ramos, de 74 anos, foi primeiro morar na capital, mas foi em Volta Redonda, no bairro Niterói, que encontrou seu lugar no mundo. “Eu gosto muito do bairro. Conheço todos os meus fregueses. Não tenho nada a reclamar daqui onde moro e trabalho há mais de 20 anos. A gente faz amizades com os clientes”, frisou.

Entre as belezas do bairro Niterói está a Igreja da Comunidade de Santo Antônio. É considerada um patrimônio municipal por ter sido a primeira Igreja Católica construída na cidade. “Quero alavancar o turismo em Volta Redonda. Além de promover a cidade, melhora a economia e autoestima dos voltarredondenses. Precisamos, e é o que estamos fazendo, registrar nossa história”, reforçou o prefeito Samuca Silva.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda a pergunta... *