Buscar
Sul Fluminense,  |
notícia publicada em hs.

Utilização de escória pode reduzir valor de obras municipais

Granato propõe que material substitua brita e areia; inicitiva pode gerar economia e diminuir

Destaque Popular, em Volta Redonda
Imprimir  
Utilização de escória pode reduzir valor de obras municipais

Um Projeto de Lei do vereador Washington Granato (PTC) prevê que em todas as obras públicas municipais, obrigatoriamente, seja utilizada a escória de aciaria inerte em substituição à areia e brita. Nas proximidades do bairro Brasilândia, em Volta Redonda, conta com um depósito que comporta grande quantidade do material. Afundamento do solo no local e contaminação da rede pluvial são umas das preocupações de Granato, que torce pela aprovação do PL. Ele afirma que o objetivo da proposição é reduzir o valor das construções e manutenções públicas, além de reduzir o impacto ambiental gerado pelo acúmulo do material na área.


O vereador chamou a atenção para o fato de que a escória de aciaria é um material resultante da fabricação do aço, completando que suas características geotécnicas são superiores à brita e à areia.


- Sendo um material de baixo custo, sua utilização em substituição aos materiais convencionais tornará as obras mais baratas. Vale ressaltar que, além da economia, nossa preocupação é com a quantidade mostruosa estocada nas proximidades do bairro Brasilândia. Não tem cabimento tanto material sem nenhuma utilidade, sendo que a escória poderia estar sendo usada em obras públicas e na solução de diversos problemas - falou.


Granato explicou que a utilização não contempla todas as construções, frisando que a escória poderá ser aproveitada em bases de pavimentos, estruturas de concreto simples (não armado), drenos e camadas drenantes, além de contenções e lastros.


-  Ressalto que a obrigatoriedade da utilização vale para as obras realizadas pelos próprios órgãos municipais, como a secretaria de Obras, por exemplo, quanto por empresas contratadas. A intenção é aproveitar este material de alguma forma e fazer, consequentemente, que as construções tenham gastos mais baratos, visto que o país e nossa cidade vivem um momento de crise - alertou.


Compartilhar:




Comentários:
Nenhum comentário adicionado.

Inserir comentário:

Nome:

E-mail:

Mensagem:


Publicidade
Home | Políticas de Privacidade | Contato | Anúncie Conosco
Saúde | Esportes | Destaques | Cultura | Nacional | Músicas | Internacional | Polícia | Trânsito | Região | Todas Notícias
© 2011-2014 - Destaque Popular. Todos os direitos reservados à Destaque Popular.
Desenvolvido por: